Autor: Nara Vidal

Nara Vidal é mineira de Guarani. Formada em Letras pela UFRJ, é Mestre em Artes pela London Met University. Mora na Europa há 14 anos. É autora de infantis, juvenis e seu primeiro adulto, “Lugar Comum” (Editora Pasavento), já em reimpressão, foi lançado em abril deste ano. Nara já participou como autora palestrante em diversas feiras literárias como a Flipoços, Clim, FNLIJ e Cheltenham Festival. Premiada com o Maximiano Campos e com o Brazialian Press Awards, Nara tem textos publicados em revistas como Germina, Mallarmargens e Confeitaria. Escreve sobre dança e artes para publicações inglesas. Lança este ano o livro de contos “A loucura dos outros” pela Editora Reformatório.

Frantumaglia: o relato de Elena Ferrante

Existe um problema insistente entre os leitores de Elena Ferrante: não é possível se cansar da sua narrativa quando diante do final de mais um livro Quando terminei de ler…

Philip Roth teria “previsto” Donald Trump? – O próprio autor responde

Em 2004, o autor publicou Complô contra a América, sobre uma eleição que virou o país de cabeça para baixo. Teria sido isso que aconteceu agora nos Estados Unidos? Em 2004,…

O outro Michelangelo

As pinturas de Michelangelo da Caravaggio retratavam a vulgaridade dos comuns Era sexta-feira, dia de festa. Nenhuma celebração específica a não ser a de ser sexta-feira. Na Trafalguar Square eu…

A Fitzgerald inglesa

E a outra Fitzgerald? Fitzgerald. O nome é conhecido, celebrado, famoso. Mas e a outra Fitzegerald? Não, não me refiro à Zelda. Falo da Penelope. A autora inglesa que escreveu…

A aliança do silêncio

Talvez o segredo para a felicidade entre casais de artistas seja uma forma de arte pra cada um (ou sobre: Georgia O’Keefe e Alfred Stieglitz) Artistas… Esses seres especiais, privilegiados, sensíveis e…

Quem enfrenta quem na nova história de Elena Ferrante

A tetralogia da incógnita Elena Ferrante aborda conflitos geográficos, culturais e principalmente pessoais Houve um tempo na minha vida, em 2004, ao qual eu me refiro como “a vez que…

O sorriso de Alice

Edwin Saunders. Esse nome era repetido na televisão enquanto eu fazia o jantar. Não familiarizada com a história do sujeito, parei um segundo para entender a importância dele. Quando terminou…

Muito barulho por muito – O amante de Lady Chatterley

O que teria nesse livro para irritar parte da sociedade inglesa defensora da moral e dos bons costumes na década de vinte? Tentando me posicionar com base e justificativa, além de mera intuição,…

No dia 11 de fevereiro de 1963, morria Sylvia Plath

Há mais de meio século, a escritora americana Sylvia Plath deixou este mundo Começo a procurar na estante tudo o que posso encontrar dela. O primeiro livro que pego é um…

Onze mulheres diante da guerra

“Cortaram-lhe as mãos para que não votasse.” A frase vive uma revolta na minha cabeça Pego o trem para o centro de Londres. Manhã de cartão postal: neblina. Um rapaz…

@homoliteratus on Instagram
freethemes