Precisamos falar sobre os Clubes de Assinatura de Livros

Você faz a assinatura e recebe todo mês um livo na sua casa. E também tem a chance de trocar experiências de leitura com mais gente do mesmo clube. Nossa matéria aborda alguns dos muitos clubes de assinatura de livros em atividade. 

assinatura

Você fez a assinatura de algum clube de livros?

Diversos e ambiciosos, eles estão mudando o consumo de livros no mercado brasileiro.

 

O Brasil não é um país de leitores. Tal afirmativa atravessa matérias, relatórios e pesquisas acadêmicas. Por mais que tenha havido progresso nos últimos anos no que se refere ao acesso e exploração de livros, a leitura ainda está longe de fazer parte da rotina de boa parte dos brasileiros – inclusive aqueles com formação mais elevada.

Entretanto, um serviço vem ganhando força na cena literária nacional, para a surpresa de muitos céticos: os clubes de assinatura de livros. Desde o fim do Clube do Livro, foram poucas as iniciativas que buscaram resgatar no público o costume de receber mensalmente uma caixa contendo determinado(s) título(s), junto com material de apoio. Os resultados das pesquisas sobre hábitos de leitura certamente não eram animadores para quem pretendia investir nesse tipo de negócio. Contudo, nos últimos anos, houve um verdadeiro estopim de clubes de assinatura de livros, voltados para diferentes públicos.

Muitos dos responsáveis por essa nova onda literária afirmam serem leitores assíduos, sedentos por dividir sua paixão com mais pessoas. Acreditaram, portanto, no poder de alcance da literatura para iniciar suas atividades. Os sites de redes sociais, os influenciadores digitais e as mídias alternativas também foram grandes aliados nessa empreitada. Se o Clube do Livro tinha o objetivo de levar bons títulos a preços acessíveis, em edições econômicas, os clubes atuais trazem edições exclusivas, mimos, comunidades online, entre muitos outros extras que tornam a experiência de leitura mais interessante (e diferenciada).

Os clubes de assinatura de livros vêm dinamizando o cenário editorial brasileiro, além de atrair mais pessoas para o mundo da leitura. São iniciativas corajosas e inteligentes, que, em seus diferentes formatos e propostas, merecem nossos mais sinceros elogios.

Veja a seguir alguns clubes de assinatura de livros que valem a pena conhecer.

 

TAG – Experiências Literárias

Com mais de 20 mil assinantes, a TAG começou oferecendo títulos recomendados por profissionais da cena literária brasileira junto a material de apoio e algum mimo singelo. A partir de 2017, porém, passou a oferecer edições exclusivas (a maioria esgotada ou ainda não editada no Brasil), acompanhadas por brindes mais elaborados. Além disso, os assinantes podem fazer parte de um fórum para discutir suas impressões de leitura uns com os outros.

Atualmente existem duas opções de clube para assinar: TAG Curadoria e TAG Inéditos. O primeiro modelo traz a proposta original da TAG, em que um(a) escritor(a) é convidado(a) para indicar uma obra aos assinantes. Estes, por sua vez, recebem algumas pistas sobre qual será o livro do mês seguinte, mas o título não é anunciado até que todos o tenham recebido. O kit contém um box colecionável, o livro em edição exclusiva com capa dura, marcador de páginas personalizado, revistinha sobre autor/obra e algum mimo literário. Já a TAG Inéditos começou em abril de 2018 e traz, em formato brochura, um best-seller contemporâneo internacional ainda não publicado no Brasil. Acompanham um marcador de páginas, ilustração e um infográfico da obra.

 

Sabiá Livreiro

Mais novo clube de assinatura de livros do Brasil, trabalha exclusivamente com literatura nacional contemporânea. O objetivo da Sabiá é, por um lado, funcionar como vitrine para escritores brasileiros talentosos e, por outro, apresentar a riqueza e variedade da nossa atual literatura aos associados. Para isso, seus curadores se empenham em encontrar os títulos mais interessantes entre as obras brasileiras de ficção recentemente publicadas, procurando tanto em editoras grandes quanto nas independentes.

Os kits são divididos em três planos: Guia Literário (kit com livro + material extra), Trimestral (três kits), e Semestral (seis kits). Em todos eles, os títulos escolhidos não são revelados aos assinantes até o recebimento. Os livros vêm com um marcador de páginas personalizado, além de conteúdo exclusivo, incluindo cartilha para aprofundar a leitura. O clube tem apenas alguns meses de vida, mas já promete novidades aos assinantes.

 

Garimpo

assinaturaConforme o nome já indica, a missão do Garimpo é procurar, sobretudo em editoras pequenas, títulos interessantes para os associados. O clube oferece vários kits, cada um voltado para um tipo de leitor e com um(a) curador(a) fixo(a): Ficção (livros “comoventes, com algo de inesperado e singular”, selecionados pelo jornalista e crítico literário Miguel Conde); Poesia (títulos poéticos escolhidos pelo poeta e artista plástico Omar Salomão); Leia Mulheres (obras de escritoras em variados gêneros selecionadas por Juliana Gomes, Juliana Leuenroth e Michelle Henriques, coordenadoras do projeto Leia Mulheres); Humor & Amor (livros, em boa parte de editoras independentes, que trabalham o humor e o amor selecionados pela escritora Julia Wähmann); Negócios (títulos que misturam “abordagem filosófica e pragmatismo de workshop” escolhidos pelo empresário e financista Ricardo Barbeito) e Infantil (obras infantojuvenis selecionadas pela escritora e jornalista Elisa Menezes para três faixas etárias: 4 a 6 anos, 7 a 8 anos e 9 a 11).

Todos os kits mantêm os livros selecionados em segredo e vêm com uma carta do curador apresentando a obra.

 

Panaceia

Com uma proposta mais filosófica e títulos densos, a Panaceia se apresenta como “uma comunidade aberta às experiências do conhecimento”. Os livros são escolhidos por um time renomado de curadores, entre os quais constam Drauzio Varella, Laerte Coutinho, Judith Butler, Celso Amorim, Maria Rita Kehl, Wagner Moura e, mais recentemente, Elisa Lucinda. Juntos, selecionam os títulos que chegam aos assinantes acompanhados por um brinde exclusivo, uma revista com conteúdo sobre a obra e um marcador de páginas.

O clube também conta com uma loja virtual onde indica livros que considera essenciais para conhecer determinado tema, por exemplo, feminismo, política no Brasil, entre outros.

 

Turista Literário

Voltado para a literatura YA (jovem adulta), a proposta do clube é transportar o leitor para uma viagem pelo universo em que se passa a história do livro do mês. A mala – que é como o Turista chama seus kits – vem com uma playlist exclusiva no Spotify, um “elemento materializado da história” que “sai das páginas” para as mãos do leitor, um item aromático ou de sabor relacionado ao universo do livro, um souvenir temático, um guia de viagem com uma introdução sobre o “destino” do mês, etiqueta explicando os itens sensoriais da mala e um passaporte para o assinante registrar os destinos que conhece durante o ano.

É um dos clubes de assinatura de livros mais lúdicos, justamente por ter surgido das experiências literárias infantis de duas irmãs. Uma delas é Mayra Sigwalt, criadora do canal All About That Book.

 

Leitor Solidário

Voltado para leitores “de zero a 18 anos”, o clube tem um funcionamento bastante original: nos meses ímpares, o assinante recebe um kit com um livro autografado pelo(a) autor(a), um mimo e uma cartilha pedagógica. Além disso, os membros do clube têm acesso ilimitado à Árvore de Livros, maior plataforma de livros digitais da América Latina. Nos meses pares, é a vez das crianças do projeto social Formando Leitores, Mudando Histórias. Devido à contribuição dos associados, suas escolas recebem a visita do(a) autor(a) do livro do mês, que presenteia os alunos com um exemplar em mãos. Via e-mail, os assinantes podem acessar um vídeo mostrando o encontro das crianças com o(a) escritor(a) palestrante.

Por um valor acessível, o Leitor Solidário custeia um projeto que investe tanto na qualidade da experiência de leitura de alunos de baixa renda quanto na formação dos profissionais que atuam nas instituições que atendem essas crianças. Uma ótima pedida para quem enxerga a literatura como ferramenta de transformação social.

 

 A Taba – Leitura em Rede

O autodenominado clube de leitores idealizado pela mestre em Educação, formadora de professores e consultora de projetos de leitura Denise Gilherme conta com uma equipe especializada de profissionais (interessantemente, todas mulheres) para selecionar títulos infantis e juvenis que forneçam uma experiência rica nos aspectos literário e gráfico. O interessante da Taba é que não divide seus leitores por faixa etária, mas por experiência de leitura. Assim, os planos são para Bebês, Leitor Iniciante, Leitor Autônomo e Leitor Experiente, nas variações anual, contínuo e teste. Outra peculiaridade é que não oculta os títulos enviados aos assinantes, deixando-os visíveis em seu site. A intenção é servir como referência para pais e educadores à procura de boas leituras para os pequenos.

Os kits vêm com um livro selecionado, mapa de exploração, passaporte do leitor (para registrar as viagens literárias feitas ao longo do ano) e mimos colecionáveis como adesivos e cartões. Além disso, os associados podem integrar um fórum virtual para dividir impressões de leitura e conversar uns com os outros. Tantos recursos fazem da Taba um dos mais completos clubes de assinatura de livros do país.

 

Quindim

AssinaturaCriado em 2017, é um dos caçulas entre clubes de assinatura de livros para leitores de zero a doze anos. Uma equipe de especialistas em literatura infantil (entre eles, ninguém menos do que Ziraldo e Marina Colasanti) seleciona mensalmente um título para os assinantes. Junto ao livro, são enviados um “diário do leitor” e um “mapa de leitura”. O diário é um material pedagógico exclusivo para acompanhar o desenvolvimento de leitura da criança, ilustrado por premiados artistas internacionais. Já o mapa traz informações sobre a obra e dicas para enriquecer a leitura.

O Quindim possui três planos de assinatura: 1 Livro por Mês, 2 Livros por Mês e 4 Livros por Mês. Os curadores privilegiam tanto a literatura nacional – para incentivar a criança a valorizar a cultura e autores brasileiros – quanto as produções de pequenas editoras, que muitas vezes oferecem títulos mais elaborados e transgressores.

 

Outros clubes ainda poderiam ser adicionados à lista, como o Pacote de TextosClube Adoletra (infantil), Calhamaço, Clube Da Vinci (sim, da livraria Da Vinci), Ipê AmareloCaixa Clube Skoob, entre outros. E você, já tem um clube de assinatura de livros favorito?

Ana Luiza Figueiredo Author

Graduada em Publicidade e Propaganda pela UFRJ, é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da UFF. Atua como produtora de conteúdo, revisora, copidesque e redatora publicitária. Premiada em diferentes concursos literários, participa de algumas antologias. Possui material publicado em sites, revistas e periódicos acadêmicos. É autora do livro infantil "O Mirabolante Doutor Rocambole", finalista no Prêmio Off Flip de Literatura e recentemente musicado em CD. Também foi finalista no Concurso de Contos Paulo Leminski, Menção Honrosa no Concurso Literário Felippe D’Oliveira e 2º lugar no Concurso Paulo Setúbal, Categoria Poesia.