Autor: Carolina Prospero

Professora de Literatura e Redação. Formada em Letras pela Unicamp, fez lá também o seu mestrado, no qual trabalhou com a obra da musa-mor Clarice Lispector. Escreve de vez em quando, muito menos do que gostaria. Adora livros, séries e o seu gato Dante.

O Romantismo ridicularizado em “Coração, cabeça e estômago”

Coração, cabeça e estômago é uma chance de reconciliação com parte da produção do Romantismo O Romantismo é um período literário conhecido por seus extremos. O amor extremo, o sofrimento…

7 lições de Michelangelo sobre o fazer artístico

A biografia de Michelangelo mostra a difícil relação do homem com a arte e também nos dá sete lições sobre a produção artística   A mais recente biografia de Michelangelo, famoso…

O particular e o universal em “Mayombe”, de Pepetela

E tu, Sem Medo? As tuas ideias não são absolutas? A literatura africana vem trazendo gratas surpresas ao público brasileiro, desacostumado, até pouco tempo atrás, com seus autores e temas….

A beleza da melancolia nos poemas de Manuel Bandeira

Interpretações particulares de três poemas de Manuel Bandeira Não sou uma leitora voraz de poesia. A prosa me ganha com mais facilidade, nas suas lapidações de figuras com diferentes graus…

Vestido de noiva: a grande ousadia de Nelson Rodrigues

Em Vestido de noiva, de Nelson Rodrigues, estão presentes conflitos universais, psicologicamente densos e de todo reconhecíveis em muitos de nós, o que torna a peça bastante catártica Ser ousado não…

Lima Barreto esculacha o Brasil em “Os Bruzundangas”

Em Bruzundangas, Lima Barreto desvelou o Brasil do início do século passado com ironia e humor Pode-se dizer que um escritor duplamente injustiçado no Brasil é Lima Barreto. Isso porque, na…

Vale a pena ser bom? O Idiota, de Dostoiévski, nos dá a sua resposta

O que Dostoievski e seu O idiota podem nos ensinar sobre ética e ser uma boa pessoa? Falar de valores nobres no Brasil anda difícil. Em tempos de Operação Lava Jato…

Duas referências literárias em “O quarto de Jack” (com spoilers do filme)

Baseado em fatos reais, O quarto de Jack traz referências literárias que aprofundam o drama dos personagens Quando o ano se inicia, é comum que os cinemas brasileiros encham suas programações…

Clarice Lispector também caía na folia? Descubra em “Restos de Carnaval”!

Até a introspectiva Clarice Lispecter escreveu sobre a maior festa nacional Quando pensamos em Lispector, vêm logo à mente sua escrita misteriosa, algumas pirações existenciais, uma barata devorada e um…

Ecos de Clarice Lispector em “Quarenta Dias”, de Maria Valéria Rezende

Uma comparação entre Clarice Lispector e Maria Valéria Resende, a freira vencedora do Jabuti 2015 com seu romance Quarenta dias A freirinha fumante. Foi essa a imagem – fincada pela poderosíssima…

@homoliteratus on Instagram